domingo, 21 de janeiro de 2018

DIA EM MEMÓRIA DAS VÍTIMAS DO HOLOCAUSTO

O dia 27 de janeiro foi escolhido como Dia em Memória das Vítimas do HolocaustoNesta data, em 1945, o exército soviético libertou o maior campo de extermínio nazi, localizado na Polónia (Auschwitz – Birkenau).
Para lembrar as vítimas e lutar por um mundo mais tolerante, o grupo disciplinar de História, em parceria com a equipa das bibliotecas escolares, está a organizar uma tertúlia para a qual convida os elementos da comunidade educativa interessados em participar.



segunda-feira, 15 de janeiro de 2018

"LER A NATUREZA" - PROJETO DE LEITURA COM A BE

A escola EB1 de Casaldelo está a desenvolver um projeto de leitura (o qual foi objeto de candidatura à RBE) com o tema da Natureza. Neste sentido, a biblioteca já alterou a sua decoração, agora dedicada à árvore e à floresta.





segunda-feira, 1 de janeiro de 2018

"RECEITA DE ANO NOVO"

Para você ganhar belíssimo Ano Novo
cor do arco-íris, ou da cor da sua paz,
Ano Novo sem comparação com todo o tempo já vivido
(mal vivido talvez ou sem sentido)
para você ganhar um ano
não apenas pintado de novo, remendado às carreiras,
mas novo nas sementinhas do vir-a-ser;
novo
até no coração das coisas menos percebidas
(a começar pelo seu interior)
novo, espontâneo, que de tão perfeito nem se nota,
mas com ele se come, se passeia,
se ama, se compreende, se trabalha,
você não precisa beber champanha ou qualquer outra birita,
não precisa expedir nem receber mensagens
(planta recebe mensagens?
passa telegramas?)

Não precisa
fazer lista de boas intenções
para arquivá-las na gaveta.
Não precisa chorar arrependido
pelas besteiras consumadas
nem parvamente acreditar
que por decreto de esperança
a partir de janeiro as coisas mudem
e seja tudo claridade, recompensa,
justiça entre os homens e as nações,
liberdade com cheiro e gosto de pão matinal,
direitos respeitados, começando
pelo direito augusto de viver.

Para ganhar um Ano Novo
que mereça este nome,
você, meu caro, tem de merecê-lo,
tem de fazê-lo novo, eu sei que não é fácil,
mas tente, experimente, consciente.
É dentro de você que o Ano Novo
cochila e espera desde sempre.

Carlos Drummond de Andrade

sexta-feira, 22 de dezembro de 2017

"HISTÓRIA ANTIGA"

Era uma vez, lá na Judeia, um rei.
Feio bicho, de resto:
Uma cara de burro sem cabresto
E duas grandes tranças.
A gente olhava, reparava, e via
Que naquela figura não havia
Olhos de quem gosta de crianças.

E, na verdade, assim acontecia.
Porque um dia,
O malvado,
Só por ter o poder de quem é rei
Por não ter coração
Sem mais nem menos,
Mandou matar quantos eram pequenos
Nas cidades e aldeias da Nação.

Mas,
Por acaso ou milagre, aconteceu
Que, num burrinho pela areia fora,
Fugiu
Daquelas mãos de sangue um pequenito
Que o vivo sol da vida acarinhou;
E bastou
Esse palmo de sonho
Para encher este mundo de alegria;
Para crescer, ser Deus;
E meter no inferno o tal das tranças,
Só porque ele não gostava de crianças.

Miguel Torga, in 'Antologia Poética'